Templates da Lua

Histórico

+ veja mais

Votação

Dê uma nota para meu blog

Outros Sites

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular

Visitante Número

09/03/2011

Confusão entre sonho e realidade.

Acordei ao ouvir o som do despertador do celular, meus pensamentos ainda estavam no sonho que vivi, de fato eu não queria ter acordado, mas alguma coisa fazia com que meu sonho se confundisse com a realidade, eu já não mais sabia se sonhava ou se acordada estava, não sabia se havia acordado dentro de um sonho ou se realmente havia me despertado, resolvi levantar da cama e em passos lentos sentindo o frio gelado do chão sob meus pés descalços caminhei até a janela e lá fora chovia, eu por minha vez acabava por observar as gotas da chuva baterem de encontro ao vidro da janela e fazerem um caminho para baixo enquanto ao mesmo tempo via também minha respiração embaçar o mesmo vidro qual as gotas batiam, de uma forma incoerente, sem sentido e talvez até mesmo sem motivo eu comecei a chorar e minhas lágrimas faziam o mesmo caminho que as gotas da chuva, eu então senti uma enorme necessidade de abrir o vidro e embora estivesse mesmo muito frio foi isso que eu fiz, abri o vidro e deixei então minhas lágrimas misturarem-se com as gotas da chuva, logo em seguida eu subi na janela, fechei meus olhos, abri os braços e sem pensar me joguei janela abaixo com a sensação de que poderia voar, ir para longe como fazem os pássaros, com minhas próprias asas.
Abri meus olhos assustada, suando e com um frio muito forte no ambiente, olhei em volta e observei a janela aberta, peguei meu celular e observei a hora, respirei fundo e sorri de mim mesma, sonho e realidade haviam me confundido mais uma vez, porém dessa vez eu sabia que estava realmente acordada. Levantei da cama, caminhei até a janela com os pés descalços sentindo o frio do chão, estiquei os braços, puxei os vidros e fechei-os, a janela estava aberta e por isso o ambiente todo se fazia gelado. Olhei para a paisagem lá fora e vi que chovia assim como no sonho, observei as gotas que batiam no vidro, balancei a cabeça em sinal negativo com um sorriso no rosto, dei de costas para a janela e caminhei até a cama, deite-me e voltei a dormir.

Hellothere_large


Escrito por Grila às 08h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]