Templates da Lua

Histórico

+ veja mais

Votação

Dê uma nota para meu blog

Outros Sites

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular

Visitante Número

27/01/2011

Folhas e mais folhas.

 

Escrevi em várias folhas coisas que não faziam sentido, rasguei muitas delas, amassei a maioria de raiva por não ficar da maneira como eu queria que ficasse. Eu sei que é apenas um rascunho, mas eu gostaria que mesmo no rascunho as coisas já ficassem boas para que depois eu não tivesse muito trabalho para aperfeiçoa-las... Que tola! Eu devia saber que o grande valor das coisas vem com o tempo, depois de muitos ajustes e muitos aperfeiçoamentos dali e daqui, porque nada é perfeito, sempre tem aonde e o que melhorar. E por que estagnar alguma coisa se podemos melhorá-la a cada dia que passa? Por muitas vezes eu quis passar borracha nas folhas, mas era tarde demais, tudo havia sido desenhado e escrito a caneta, até tentei remendar uma parte noutra ou passar branquinho aqui ou ali, mas o branquinho só serviu para contornar a situação de uma maneira que depois acabou por ficar feia.
No final de tudo isso, depois de ter arrancado muitas folhas do caderno -aquelas que já não me serviam mais de nada-, depois de ter amassado aquelas que eu não tive coragem de arrancar e rasgar na esperança de um dia resgatar aquilo que fora apenas amassado. Depois de passar branquinho em muitas linhas e rabiscos, eu notei que a cada linha escrita uma história e um traço é feito de caneta e sem direito a retorno, o que muitas vezes não nos permite errar naquilo que estamos desenhando ou escrevendo. Descobri também que consegui me livrar de algumas páginas que já não me traziam nada e só ocupavam espaço, outras apenas deixei de lado e muitas páginas eu desisti de continuar escrevendo e desenhando, porém descobri também que a cada final de folha é uma página virada, deixando pra trás tudo o que havia escrito na outra que por sua vez acabava de virar passado uma vez que a que eu acabava de iniciar se chamava presente e a página branca que vinha sempre depois da que eu estava escrevendo se chamava FUTURO, onde eu não podia prever o que escrever, mas podia fazer da história e dos desenhos da pagina do presente muito bonitos para que a do futuro pudesse seguir a mesma linha... Quanto as folhas do passado, resolvi pegar delas só os traços e palavras legais que fui aperfeiçoando e aprendendo com o tempo que ia escrevendo.. Algumas folhas eu nunca terei coragem de arrancar, de rasgar e ou de amassar, mas outras devem sim ser retiradas dali com uma certa urgência  pois sinto que ocupam espaço demais e estragam os traços que faço na página presente, principalmente aquelas folhas quais eu não tive coragem para arrancar e apenas amassei na esperança de um dia recuperar algo delas, mas a verdade é que o amassado de algumas folhas passadas fazem com que meus textos e desenho da folha do presente saiam com alguns defeitos, por isso só agora sinto necessidade de descartar estas folhas amassadas, pois percebo que elas estragam o que posso fazer de melhor hoje.

 

Sei que dei uma sumida, mas a tendencia agora é eu sumir ainda mais por causa da volta as aulas que estão se aproximando... Mas jamais vou abandonar meu cantinho... eu também estou em outro blog com meus amigos, adoraria que você que gosta dos meus textos fosse dar uma conferida lá.. o endereço é: http://galeranocomando.blogspot.com se puderem sigam e comentem no blog :D.. Obrigada pela visita e boa volta as aulas a todos.


Escrito por Grila às 07h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]